Notícias e Informativos

Semana de Prevenção e Captação de Diabetes e Hipertensão tem como pano de fundo problemas renais

  • Fonte: Assessoria de Comunicação
  • Publicado em: 26/09/2015

Trabalho teve início com intensificação, mas passará a ser rotina nas unidades de saúde do município. Objetivo é o diagnóstico precoce

Cantagalo – A Secretaria de Saúde de Cantagalo encerrou nesta sexta-feira, 25 de setembro, a Semana de Prevenção e Captação de Diabetes e Hipertensão, que mobilizou todas as oito unidades básicas de saúde da Estratégia de Saúde da Família (ESF) no município – quatro na cidade e uma em cada um dos demais quatro distritos.

O trabalho tem como pano de fundo o diagnóstico precoce dessas doenças, que são responsáveis por levar a sérios problemas nos rins, o que tem preocupado o sistema público de saúde, que tem registrado um alarmante aumento de casos de insuficiência renal.

Esse trabalho começou com uma palestra ministrada no dia 10 de setembro, em Cantagalo, pelo médico Jair Baptista Miguel, doutorando em nefrologia pela Universidade Federal Fluminense (UFF) e que é um dos proprietários de uma clínica especializada em tratamento de pacientes renais em Santo Antônio de Pádua, no Noroeste do estado. A palestra foi acompanhada por profissionais médicos e enfermeiros de Cantagalo e do vizinho município de Cordeiro.

Segundo o palestrante, a demanda de pacientes com esse tipo de problema girava em torno de 25 a 30 ao mês há 15 ou 20 anos. “Essa realidade, hoje, é bem diferente, pois estamos beirando a casa dos 200 pacientes ao mês e com prognóstico nada animador, se analisarmos sob o ponto de vista da percepção, já que não temos um dado estatístico para nos mostrar a realidade em números consistentes”, explicou.

Por isso, esta semana, dando início a um extenso trabalho que será uma rotina em Cantagalo, em cada unidade de saúde, sempre com início às 9 horas, a população foi convidada a participar de ações como teste de glicemia, pesagem e medição, aferição da pressão arterial, orientações nutricionais, atividades físicas e farta distribuição de material informativo sobre essas doenças, que são silenciosas e se transformaram num dos grandes problemas da vida moderna.

Na manhã desta sexta-feira, as unidades de saúde Djalma Dantas de Gusmão e Dr. João Nicolau Guzzo se uniram num só evento, realizado na Praça Cônego Crescêncio Lanciotti, a Praça do Santuário do Santíssimo Sacramento, no Centro da cidade, para mobilizar a sociedade quanto à detecção precoce dessas doenças.

Durante o atendimento, com médicos, enfermeiros e suporte de outros profissionais de saúde, os casos suspeitos, com resultados acima do esperado para ser considerado normal, eram imediatamente encaminhados aos serviços médicos para exames mais específicos e início do tratamento.

No mesmo horário, o mesmo tipo de trabalho foi desenvolvido na unidade de saúde Manoel Francisco de Paula Bon (Tatico), que atende à parte baixa do bairro São José, além de Santo Antônio e adjacências, e na unidade Dr. Jorge Roberto Vieira de Barros, na parte alta do São José. Mas o trabalho teve início segunda-feira passada, dia 21, e se estendeu por toda a semana nas unidades de saúde dos distritos de Santa Rita da Floresta, Euclidelândia, São Sebastião do Paraíba e Boa Sorte.

Foto: Gilmar Marques

Teste de glicemia foi um dos serviços oferecidos durante todas as ações nas unidades de saúde ou em praça pública

Foto: Gilmar Marques

Ação realizada na Praça do Santuário do Santíssimo Sacramento atraiu quem passou pelo local

Foto: Gilmar Marques

De olho em tudo, profissionais de saúde buscam suspeitas de ambas as doenças para encaminhamento às unidades de saúde

Foto: Gilmar Marques

Peso e medição de altura também foram serviços oferecidos durante as ações