Notícias e Informativos

Nota de esclarecimento

O Prefeito do Município de Cantagalo se demonstra muito surpreso com todo o ocorrido na data de ontem. Infelizmente, usam de mentiras e subterfúgios para atacar e denegrir a imagem do prefeito e do governo municipal.

Após alguns descumprimentos do contrato de concessão pública de transporte urbano pela concessionária Expresso Pinto e Palma e grande, e legítima, cobrança por parte do Poder Legislativo, o Poder Executivo rescindiu o contrato vigente com efeitos a contar de 16/11/2021 de modo a propiciar uma licitação para a contratação de outra empresa para garantir o transporte aos munícipes.

No decorrer dos acontecimentos, alguns parlamentares criticaram de forma contundente a empresa Expresso Pinto e Palma, comparando-a, inclusive, a lixo, o que gerou incômodo e insatisfação de funcionários da empresa.

Desta forma, ontem, os motoristas e funcionários da empresa Expresso Pinto e Palma paralisaram os ônibus em frente à Câmara Municipal em protesto contra o Poder Legislativo, o que gerou discussões entre alguns motoristas e alguns vereadores na Praça Zilda Estorani Guzzo.

Ato contínuo, a líder de governo na Câmara Municipal pediu para que o prefeito Guga de Paula recebesse uma comissão de motoristas da empresa para conversar sobre o tema e retomar o transporte municipal, o que foi prontamente atendido.

Contudo, quando o prefeito chegou à prefeitura para receber a comissão, havia uma pequena aglomeração na porta da prefeitura, momento em que cumprimentou os presentes, inclusive alguns vereadores, e foi recebido aos gritos e ofensas pelo vereador Ademir Pontes Diniz (Mikim), momento em que o prefeito o advertiu e pediu respeito, dizendo que não aceitaria aquela postura na sede da prefeitura.

Neste momento, o citado vereador chamou o prefeito para o confronto físico, o que, por óbvio, foi ignorado, prosseguindo o prefeito para a reunião com os representantes dos funcionários da empresa, que disseram que se sentiram ofendidos com algumas falas de membros do Legislativo e que estavam apreensivos com a possível perda de empregos.

Destaca-se que todo esse ocorrido foi presenciado por dezenas de pessoas, vereadores, policiais militares, guardas municipais e servidores públicos.

Para grande surpresa, o aludido vereador Ademir Pontes Diniz (Mikim) apresentou, na noite de ontem, um requerimento na Câmara Municipal para afastamento do prefeito municipal por supostamente tê-lo agredido, o que é uma verdadeira e absoluta mentira, afinal, quem estava exaltado era o vereador, conforme diversos vídeos que circulam na internet comprovam.

O prefeito Guga de Paula reitera que, em momento nenhum, agrediu o vereador e nenhuma outra pessoa, e que está sendo vítima de ataque político que em nada contribui para o município de Cantagalo.