Notícias e Informativos

Secretaria de Meio Ambiente orienta sobre época ideal para plantio de espécies florestais e frutíferas

  • Fonte: Assessoria de Comunicação/ Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável
  • Publicado em: 20/11/2019
  • Assunto: Meio Ambiente

ÉPOCA IDEAL PARA O PLANTIO DE ESPÉCIES FLORESTAIS E FRUTÍFERAS


De acordo com o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos - CPTEC/INPE no período entre os meses de setembro a dezembro, durante a primavera, inicia-se as pancadas de chuva, geralmente, concentradas no final da tarde ou noite, devido ao aumento do calor e da umidade que se intensificam gradativamente no decorrer desta estação.


Esta época é ideal para o plantio, pois as mudas, em sua fase inicial de desenvolvimento, necessitam de boa umidade, para que o sistema radicular atinja as camadas mais profundas antes da estação seca. Outro fator relevante é que o solo úmido apresenta-se mais friável (fofo) o que facilita operações como a abertura da cova (“berço”). A cova deve apresentar dimensões de 30cmx30cmx30cm, ao solo proveniente da abertura da cova mistura-se uma parte de esterco bovino bem curtido, este é uma excelente fonte de nutriente para a muda em estágio de crescimento.


Na hora do plantio, com um facão limpo e amolado, remove-se o fundo da sacola plástica, contendo a muda, para retirada do excesso de raízes velhas e enoveladas, fazendo-se um corte reto. Posteriormente, retira-se e descarta-se corretamente a sacola e introduz a muda com o torrão na cova. O solo que foi retirado para abertura da cova e misturado com o esterco bovino é utilizado para cobrir a raiz e fixar a muda. Feito isso, procede-se a uma leve compactação do solo ao redor da muda, que pode ser realizado pressionando a sola do sapato contra o solo em torno da muda, e molhe-a. Esta etapa exige certo cuidado para não danificar a planta.


O Horto Municipal José Maria Huguenin, situado na Rua Domingos de Souza – Chácara da Banheira- sem n°, dispõe de mudas de algumas espécies florestais e frutíferas, nativas do Bioma Mata Atlântica, para doação aos munícipes. O munícipe que tiver interesse em plantar alguma espécie deve atentar-se: para a escolha do local de plantio (longe de muros e construções, por exemplo), presença de rede elétrica e porte da espécie em idade adulta.


Segundo o Código Municipal de Meio Ambiente, Lei Municipal n° 1.107/2012, os munícipes, que tenham interesse em suprimir ou podar árvores, devem solicitar autorização prévia à Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, situada a Rua Chapot Prevost, n° 157, Centro, Cantagalo-RJ.

 

Karina Soares – Engenheira Agrônoma