Notícias e Informativos

Secretaria Municipal de Saúde Prorroga Campanha de Vacinação até o dia 15 de Junho e Mantém Vacina para o Público Alvo

  • Fonte: Assessoria de Comunicação - Escrito por: Bruno Palma
  • Publicado em: 31/05/2019
  • Assunto: Saúde

A Secretaria Municipal de Saúde de Cantagalo seguirá a determinação da Secretaria Estadual de Saúde (SES), que manterá o público-alvo de vacinação contra a gripe no Estado do Rio de Janeiro. Na última semana, devido à baixa procura pela vacina, a SES decidiu ampliar a campanha nos postos de saúde dos 92 municípios. A SES destaca que, caso haja estoque disponível, a população fora do público-alvo poderá ser vacinada após o final da campanha, que ocorre no próximo dia 15 de junho.

 

Até o momento, o estado atingiu uma cobertura vacinal de 60%, o que representa 2,8 milhões de pessoas vacinadas. A 21ª Campanha Nacional contra a gripe foi aberta no dia 10 de abril e estava programada para encerrar no dia 31 de maio. A meta do Estado do Rio de Janeiro é atingir uma cobertura de 90%.

 

Alexandre Chieppe, médico da SES, destaca a importância da imunização contra a gripe antes da chegada do inverno.

 

- Estamos perto de entrar no período de inverno, época de maior ocorrência de casos. Por isso, é necessário buscar proteção com as vacinas que estão disponíveis nos postos. A vacina é importante porque ao receber a dose a pessoa já fica imunizada contra três vírus da doença, inclusive o H1N1 .Ela é segura e gratuita – explica.

 

No município de Cantagalo, a cobertura chegou nesta sexta-feira a 73,42% , com um total de 5.069 doses aplicadas. A meta do município é também chegar aos 90%.

 

Onde se Vacinar:
Em São Sebastião do Paraíba todos os dias de 8h às 16h. Em Boa Sorte, São José, no Nicolau Guzzo, no Djalma Dantas de Gusmão, de 13h às 16h. Em Euclidelândia e no Santo Antônio,  de 8h às 11h. E em Santa Rita da Floresta, na quarta-feira e sexta-feira, de 8h às 16h, demais dias de 13h às 16h,

 

Público-alvo até o dia 15 de junho

Crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias), idosos, gestantes e mães com até 45 dias após o parto. Além desses, a vacina está disponível a jovens de 12 a 21 anos de idade sob medida socioeducativa e população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições especiais, independentemente da idade. A vacina também está sendo ofertada aos professores das escolas públicas e privadas, além de policiais civis, militares, bombeiros e membros ativos das Forças Armadas.